Diferentes tipos de óleos culinários

O óleo culinário correto pode fazer uma grande diferença.

Quando se trata de óleos culinários, há muitas escolhas; cozinhar com o óleo certo pode fazer uma diferença no sabor, textura e saúde. Óleo de oliva tem sido extensivamente usado na dieta do Mediterrâneo, e óleos vegetais e de canola são comuns nos lares americanos.

Aqui estão alguns tipos de óleos que podem ser usados na culinária:

Amêndoas - O óleo de amêndoas tem um sabor de nozes que o diferencia de outros óleos. É bom para grelhar e dourar.

Coco - Óleo de coco virgem é rico em gorduras saturadas e deve ser usado em porções moderadas. Tem o componente ácido láurico, que eleva os níveis de colesterol bom e ruim.

Semente de uva - O óleo de semente de uva é rico em Ômega-6. Deve ser refrigerado.

Gergelim - O óleo de gergelim deve ser refrigerado e também tem um rico sabor de nozes.

Girassol - O óleo de girassol tem um sabor suave e alto ponto de fumaça, tornando-o excelente para cozinhar muitos pratos e absorver suas gorduras poli-insaturadas e ácidos graxos ômega-6.

Avelã - O óleo de avelã é conhecido por ser boa fonte de Ômega-3. Deve ser armazenado em geladeira para evitar que fique rançoso.

Usar menos óleo e grelhar em panela, ao invés de fritar, melhora o sabor e os benefícios à saúde. Gorduras não saturadas são recomendadas em combinação com vegetais, frutas, legumes, grãos integrais, sementes e nozes.

Os óleos devem ser armazenados em um local fresco e seco. Recomenda-se que apenas dois óleos sejam usados ao mesmo tempo, pois o óleo envelhecido perde sabor e também qualidade. Se um óleo começar a ter sabor amargo, deve ser substituído.