De onde vem o sal kosher e por que ele é chamado assim?

O sal kosher é mesmo kosher?

Existe um pouco de confusão sobre o que é o sal kosher e como ele ganhou esse nome. O sal kosher é usado no processo de preparação da carne, de acordo com os costumes judeus. Para tornar a carne kosher, ela é primeiro ensopada em água e depois esfregada com sal grosso. Devido aos grãos largos, o sal não se dissolve completamente, da forma que o sal de cozinha se dissolveria. Então, deixa-se que o sal absorva a maior quantidade possível de sangue da carne. Então, o sal ensanguentado é lavado.

Este sal grosseiramente moído, que é basicamente um sal grosso que qualquer pessoa compraria no mercado, é amplamente utilizado para fazer carne kosher. Como esse tipo de sal se tornou tão popular dentre a comunidade científica pelo processo kosher, ele eventualmente ganhou o apelido de "sal kosher". O resto é história.

Geralmente, o sal usado nesse processo satisfaz as leis judaicas dos alimentos kosher, já que o sal já é um alimento neutro. Para se certificar que o sal é de fato kosher de acordo com as leis judaicas, verifique a embalagem para encontrar a certificação kosher de uma fonte confiável, como OU, OK, KOF-K, Star-K ou CRC. Este sal costuma ser categorizado como kosher parve, o que significa que ele é feito com produtos livres de carne e laticínios.

Os sais kosher não são só usados para fazer carne kosher pela comunidade judaica. Muitos cozinheiros usam o sal grosso para temperar vários alimentos, de vegetais a macarrão e batatas. É fácil usar uma pitada de sal kosher ao cozinhar, e ele não se dissolve tão rapidamente quanto outros tipos de sal. Use o produto em marinados, salmouras ou temperos, ou até mesmo para conservar alimentos.